Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Hall Paxis

Integrada na rede nacional Hall, esta imobiliária atua em todo o distrito de Beja.

Hall Paxis

Integrada na rede nacional Hall, esta imobiliária atua em todo o distrito de Beja.

A Importância de Fazer Diferente na Mediação Imobiliária

FB_IMG_1519332431898.jpg

 

Ouvimos diariamente que “o mercado está em alta”, que a oferta para habitação é escassa e que a procura excede, em grande percentagem, os imóveis disponíveis no mercado.
O contacto pessoal, directo e diário com este sector de actividade, faz-nos perceber que esta não é a realidade da cidade de Beja, importando, por isso, frisar pontos específicos que possam ajudar a perceber melhor as características do nosso mercado, em particular. Desta forma, vendedores e potenciais compradores poderão, de forma mais consciente, adequar as suas pretensões e propósitos de compra/venda à realidade atual. É certo que não atravessamos o período mais apetecível para quem vende, sendo igualmente verdade que o número de transações é inferior ao esperado e não tão frequente quanto o desejável. A isto junta-se, como agravante, a dificuldade que as famílias enfrentam no acesso ao crédito, assim como os jovens, cujas condições de trabalho inviabilizam, na maioria dos casos, o financiamento bancário. O valor pelo qual um imóvel entra no mercado, face ao valor real para venda é outro dos factores que “assusta” os potenciais interessados, fazendo-nos cair no erro de que não existe procura para aquele imóvel em particular. O mesmo acontece relativamente ao estado de conservação, materiais utilizados e decoração de interiores.

 

Logicamente, e porque cada caso é um caso, deparamo-nos com processos uns mais complexos do que outros, requerendo mais ou menos disponibilidade de conhecimento, aptidão e ferramentas para que possam ser concluídos. Preferimos encará-los como desafios porque, no fundo, não existem imóveis invendáveis, a todos corresponde um comprador, agora ou mais adiante. A peça chave será sempre atuar em conformidade, por forma a solucionar a situação. Para isso, é essencial fazer-se melhor e diferente. A inserção do imóvel nas diferentes plataformas de divulgação online e meios tradicionais não é suficiente, assim como não o é a colocação da placa de venda e o contacto isolado a determinados clientes em carteira. A motivação do vendedor será, também, um factor determinante para o sucesso da transação, sendo essencial trabalhá-la.

 

O agente imobiliário tem então em mãos tarefas tantas vezes classificadas de “quase impossíveis”, necessitando, ele mesmo, de uma dose extra de auto-motivação. Exemplos serão os casos de vendas judicias, situações de penhora, situações de heranças e divórcio em que tantas vezes é necessário mediar conflitos, licenciamentos por concluir, desanexações, proteção de direitos dos menores, etc.
Satisfazer o cliente é o objectivo. O profissionalismo, o trabalho, a dedicação, o empenho, a honestidade e a transparência fazem o caminho.
Qualquer pessoa afecta a um ramo de negócio só evolui quando existe uma conexão genuína entre as partes, o que acontece sempre que a comunicação e linguagem são coerentes e claras, indo de encontro, de forma empática, ao cliente. Ponto que não deverá, em situação alguma, ser descurado.
É imperativo saber ouvir, escutar e compreender as necessidades dos clientes, transmitindo-lhes confiança e respeito. Este será o passo que, aliado ao desenvolvimento de estratégias concisas e bem estruturadas, levará ao sucesso de todas as partes: vendedores, compradores, mediadores, agência e transação.

 

Rita Palma Nascimento

Descodificar Conceitos no Setor Imobiliário | Joaquim Faias fala-nos da sua experiência na área dos terrenos agrícolas

22217984_1714510451953732_1408245668_o.jpg

O trabalho do Joaquim Faias desenvolve-se essencialmente numa zona agrícola, onde predomina a cultura da vinha. Sabemos que existem factores fundamentais quando se escolhe um terreno para plantar vinha. Quer falar-nos acerca disso?

Os factores principais para se plantar uma vinha estão relacionados com a elaboração de um estudo ao solo, sendo este um factor decisivo na escolha do local, conjuntamente com a escolha das castas que se vão adequar a esse mesmo solo. Deste modo, é de extrema importância acautelar todas essas decisões.

Sendo a zona da Vidigueira uma região vitícola por excelência, pode enumerar-nos os aspectos que contribuem para a fixação e expansão desta cultura?

Os aspectos principais que contribuem para a fixação e expansão desta cultura são, em primeiro lugar, o do escoamento do produto. Isto porquê? Porque existe a Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito que promove todo um trabalho imperativo, desde a separação das castas, à vinificação e envelhecimento de determinados vinhos.
Esta mesma Cooperativa, desenvolve ainda a sua atividade na linha de engarrafamento e embalamento, atuando e contribuindo na área de comercialização do produto, assim como na sua distribuição e exportação pelo país e alguns paises do mundo, respetivamente. 

Sendo uma região onde existem propriedades de grande dimensão, a par de inúmeras pequenas parcelas, considera fácil a venda destas pequenas parcelas, com a finalidade de anexar a outras? Existem vantagens?

Torna-se fácil a venda dessas parcelas mais pequenas, porque já não são muitas as pessoas com amor por esse tipo de trabalho. De um modo geral, os proprietários vão envelhecendo, os filhos têm os seus empregos e não dispõem de tempo nem de apreço pela actividade, optando pela venda dos terrenos. Consequentemente, são os confinantes quem compra estas pequenas parcelas, com o objectivo de as anexar às já existentes. O aumento gradual das áreas é a vantagem que se retira.  

Diga-nos, na sua perspectiva, quais os cuidados que um cliente comprador deverá ter, quando selecciona um terreno para implantar vinha.

Um cliente comprador deverá ter como preocupação fazer uma análise muito cuidada aos solos, estudar todas as questões relacionadas com o clima e, seguidamente, perceber a disponibilidade de água para a rega gota a gota, imprescindível nos dias de hoje. Há que saber tambem se existe autorização para a implantação de tal cultura. Por fim, deverá ser avaliado o modo de escoamento do produto. Só no caso de estarem reunidas todas estas condições, se deverá avançar.
A título pessoal, sugiro que nestas situações, vendedores e compradores se saibam rodear dos especialistas certos, a fim de obter um acompanhamento acertado neste sector de negócio, para bem de todas as partes.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D